Período de exibição encerrado

02 junho, 21H

#teatra

Involuntários da Pátria

PIAUÍ

30

Na margem do Rio Parnaíba, Sonia lhe ofereceu o texto e Fernanda o devorou feito canibal. Performer e representante de tantos involuntários da pátria, índia, negra, pobre, LGBTQ+, ela grita e dança as palavras de Eduardo Viveiros de Castro em todas as direções, dando com seu corpo e voz, uma nova dicção ao texto do antropólogo sobre a guerra em curso contra os indígenas do Brasil. Assim a histórica aula pública de Viveiros de Castro se transformou no gesto político-performativo concebido pela diretora Sonia Sobral.

 
MINIBIO DXS ARTISTXS
 
Fernanda Silva

Atriz e diretora, conduz há 25 anos o Grupo de Teatro Metáfora, que desde 2005 mantém o Galpão Teatro Metáfora como espaço de resistência em Parnaíba, litoral do Piauí.